Últimas Notícias

Listar outras
Listar outras
AM - Aviso aos contribuintes obrigados à EFD

Avisamos aos contribuintes obrigados à Escrituração Fiscal Digital – EFD ICMS/IPI que foi desenvolvido um novo conjunto de regras de validação com vistas a coibir a incorreta utilização dos Códigos de Ajuste (relacionados nos Anexos I, II e III, da Resolução GSefaz nº 16/2014, e alterações) informados nos Registros E111 (operações próprias), E220 (substituição tributária), E311 (diferencial de alíquota) ou 1921 (subapurações).

22/05/2019
SP: Conheça os procedimentos para reconhecimento de créditos de ICMS concedidos por outros Estados

O Governo do Estado de São Paulo adequou a legislação paulista à Lei Complementar nº 160/2017 e ao Convênio 190/2017, que estabeleceram as condições para a regularização de créditos de ICMS concedidos por outros estados. A Resolução Conjunta SFP/PGE nº 1/2019, publicada na edição desta quarta-feira (8) do Diário Oficial, determina os procedimentos necessários para os contribuintes requererem os reconhecimentos desses créditos.

09/05/2019
Listar outras
Listar outras

Área do Cliente

Empresa

Seja bem-vindo ao site da MB Auditores, nossa filosofia de trabalho busca a saúde financeira total de sua organização desenvolvendo soluções customizadas voltadas especificamente para os interesses da sua empresa, quaisquer que seja o mercado e o seguimento em que atue seja ela uma empresa de pequeno, médio ou grande porte.

Auditorias

  • Análise e Implantação do Plano de Contas Padrão da ANS;
  • Especializada na elaboração e acompanhamento do PLANO DE RECUPERAÇÃO;
  • Especializada na elaboração e acompanhamento do PROGRAMA DE SANEAMENTO instaurado pela ANS. 
  • Elaboração do Fluxo de Caixa Realizado e Projetado de acordo com a necessidade da empresa;

  • Assessoria para adequação da contabilidade as práticas contábeis adotadas no Brasil tendo em vista sua convergência às práticas contábeis internacionais – IFRS. Esses serviços consistem no diagnóstico das atuais práticas contábeis adotadas por uma entidade e na identificação das adaptações necessárias para adequação às novas práticas, principalmente em relação à Lei 11.638/07, MP 449/07 e os pronunciamentos técnicos emitidos pelo CPC – Comitê de Pronunciamentos Contábeis e já transformados em normas contábeis.
  • Estudo e análise de viabilidade econômica;
  • Análise e Interpretação das demonstrações gerenciais;
  • Análise de rentabilidade, preços e revisão dos controles internos;
  • Seleção e análise na implantação de sistema informatizado e integração entre os departamentos;
  • Avaliação dos funcionários e comprometimento dentro da organização;
  • Análise do nível de satisfação dos funcionários e dos clientes;
  • Elaboração de Plano de Recuperação Judicial;
  • Planejamento tributário e societário das instituições de assistência social e demais entidades sem fins lucrativos;
  • Planejamento tributário aplicado no terceiro setor;

  • Consultoria especializada em implantação de Gestão Patrimonial, Contábil (Sistemas Integrados ao ERP); inventario físico alocando os bens por centros de responsabilidade e/ou custo, local, setor, departamentos, etc.
  • Avaliação de ativos para fins contábeis, gerenciais, seguros e garantias;
  • Avaliação de máquinas e equipamentos, instalações, móveis utensílios e equipamentos de informáticas;
  • Teste de Impairment;
  • Emplaquetamento dos bens;
  • Descritivo técnico de cada bem patrimonial;
  • Conciliação física x contábil;
  • Ajustes de sobras físicas e contábeis;
  • Estudos de impactos fiscais relacionados à Administração do Patrimônio;
  • Estudo para determinação da vida útil técnica remanescente;

  • Verificação de desvios financeiros de bens, fraudes, etc.;
  • Avaliação dos recebíveis e procedimentos de tesouraria;
  • Expansão dos Negócios com novos sócios;
  • Revisão de resultados operacionais e sistemas de informações;
  • Riscos e Oportunidades;
  • Auditoria Interna e Gestão;
  • Validação de orçamentos e projetos;
  • Cumprimento de normas legais e estatutárias;
  • Avaliações fiscais, societárias e trabalhistas;
  • Processos de fusões, cisões e incorporações;
  • Controles Internos;

  • Auditoria Trimestral; (Análise no DIOPS e controles internos) das operadoras que são obrigadas a transmitir trimestralmente as Informações Econômicas / Financeiras no DIOPS a partir do exercício de 2011 conforme IN nº 45 e RN º 243 e alterações posteriores;
  • Emissão dos Relatórios dos Procedimentos Previamente Acordados (PPA) conforme IN nº 45 em seu art. 3º e 4º com procedimentos definidos em seus anexos I e II;
  • Auditoria nas Demonstrações Contábeis para fins de publicação e apresentação para ANS;
  • Emissão do Relatório dos Auditores Independentes Sobre as Demonstrações Financeiras – (Parecer);
  • Emissão do Relatório Circunstanciado;
  • Auditoria Contábil, Fiscal e Operacional;
  • Auditoria de revisão dos procedimentos fiscais, tributários, trabalhistas e previdenciários;
  • Auditoria e Emissão da Manifestação formal dos auditores independentes acerca das informações apuradas referentes aos contratos estipulados para vinculação dos ativos garantidores das Operadoras (Administradoras de Benefícios) conforme IN nº 33 (DIOPE) e alterações posteriores.
  • Auditoria e emissão do Relatório Circunstanciado dos auditores independentes referentes aos dados que acompanham a Nota Técnica Atuarial para Estudo de Inadimplência para vinculação de ativos garantidores das Operadoras (Administradoras de Benefícios) conforme IN nº 33 (DIOPE) e alterações posteriores;
  • Auditoria nas informações referentes aos gastos com Programas de Medicina Preventiva escriturada como Ativo Intangível;
  • Emissão do Relatório Circunstanciado referentes aos gastos com Programas de Medicina Preventiva escrituradas contabilmente como Ativo Intangível;
  • Auditoria nas informações do SIP;
  • Auditoria e emissão do relatório circunstanciado dos auditores independentes; referentes aos dados que acompanham as Notas Técnicas Atuariais de Provisões Técnicas;

  • Auditoria nas Demonstrações Contábeis para fins de publicação e apresentação aos Órgãos Públicos;
  • Emissão do Relatório dos Auditores Independentes Sobre as Demonstrações Financeiras – (Parecer);
  • Auditoria Contábil, Fiscal e Operacional;
  • Auditoria de revisão dos procedimentos fiscais, tributários, trabalhistas e previdenciários;